Campo de Girassol perto de Toronto

Sim, e difícil de acreditar, mas este lugar de beleza indiscutível fica a menos de 1 hora de Toronto. A Davis Farm & Farm Supply fica na cidade de Caledon, com acesso super fácil, com boas estradas, mesmo estando em uma área completamente rural, o caminho ate lá já faz parte do passeio.

A fazenda disponibiliza um  estacionamento amplo e gratuito. Há venda de plantas e flores;  produtos produzidos pela fazenda mel e óleo de girasol, por exemplo; Sorvete e Limonada para refrescar o calor. Além disso havia uma exposicão de animais, qual o pagamento era a parte Cad $3 por pessoa, qual preferimos nao ver.

Para passear pelos campos de girasol paga-se Cad $10 por pessoa, crianças ate 12 não pagam. Dá acesso ao caminho entre as plantações de milho, aveia e enfim .. os Girassóis.

Na entrada, um funcionário explica o caminho, quais os pontos onde há mais e maiores flores, onde a vista é melhor. E também, avisa para tomar cuidado com as abelhas que estão por toda parte (nada mais justo né).

Os campos sao realmente lindíssomos, as cores sao perfeitas e no dia que fomos o céu só colaborava com a beleza do lugar. Há vários bons locais para tirar foto. Dá pra entrar em meio as flores em vários locais, os funcionários indicam onde entrar e onde não, para nao estragar as flores, mas dá pra perceber pelo vão entre as flores quais tem trilhas. Sempre tomando cuidado para não tocar nas flores, evitando assim ser picado por abelha.

 Alguns mimos sao colocados no caminho para ajudar nas fotos, há uma cadeira em meio ha um dos campos, onde voce pode sentar ou subir (no meu caso).

E este sofa super fotogênico que vale super a pena pegar a fila para fotografar.

Nos siga no Instagram e veja mais dicas como esta.

Os girassóis ficam abertos apenas por alguns dias, 2 semanas mais ou menos. A visitação iniciou no dia 08 e vai ate dia 18 de Agosto. Então no próximo final de semana da tempo de ir lá e ver de perto essa beleza e fazer várias fotos lindas.

Dicas: Cuidado com as abelhas, levem protetor solar, levem agua, há muita poeira no chão, entao se você nao gosta de pés sujos, va de sapato fechado.

Dica extra: Aprecie a Natureza e sua imensa beleza.

Endereço
15770 Mountainview Rd.
Caledon East, Ontario
L7C 2V2


Horarios 8:00am to 6:00pm

Sibbald Point Provincial Park

O verão nem tinha chegado ainda, mas já queríamos acampar! Procuramos um parque não muito longe de Toronto, já que o clima ainda não era dos melhores e a previsão para o feriado da Rainha era de chuva (Maio 20, 2019). Foi assim que pesquisando encontramos o Sibbald Point, que fica na cidade de Georgina, ON há 1 hora de Toronto.

A cidade de Georgina e o Sibbald Point ficam as margens do Simcoe Lake, o mesmo lago que estava congelado em Fevereiro de 2019, quando caminhamos por cima dele (Veja aqui). Foi um contraste muito interessante, conhecer estas duas faces do mesmo lugar, verão e inverno. Há também outras praias publicas para visita e picnic, esta aqui embaixo é a Frankling Beach, com um estrutura otima para passar o dia e uma vista linda.

Frankling Beach, Georgina, ON

O Sibbald Point é um parque Provincial, todas as informações sobre ele, atrações e condições do parque você encontra aqui neste site. Aqui neste post quero dividir com vocês a nossa experiência e impressões.

Como ainda era mês de Maio, e este ano a primavera foi muito chuvosa, causando alagamentos em vários parques. Já sabiamos que as condições poderiam não estar tão favoráveis para um camping, Porém, a vontade era tanta que fomos mesmo assim. Conclusão, pegamos muita lama!
Muitos campsites nem estavam sendo alugados por estarem cheios de poças. O nosso não tinha poças, mas a água subia do solo quando pisávamos em certas partes.
Escolhemos o melhor lugar para armar nossa barraca e fomos lá aproveitar.

Veja mais sobre nossa aventura lamacenta neste video!

O Parque:
O lugar é lindo, muito grande, com uma estrutura de camping otima. A maior atração do parque é a praia, que é bem extensa e ótima para banho. Excelente para crianças brincarem por que a água é rasa na beirada e há playgrounds bem em frente a praia.
Há 2 praias onde é permitido levar o pet, isso é muito bacana, adoro esta inclusão para os doguinhos.
Há também uma marina, onde atracam barcos de pesca e de passeio e é bem movimentada.
A pesca é bem comum, apreciação de pássaros e da natureza em geral.
Há uma loja de conveniências perto da praia com vários itens bem uteis e também uma lanchonete, achei os preços super justos.

Caminho para a praia próximo á area de Picnic

Com certeza muitas paisagens lindas podem ser avistadas em varias partes do parque e o contato com a natureza é intenso.

Nossa casa no campo, praia, lago, montanha….

O Camping:
São mais de 950 campsistes divididos pelo parque. Há opção de sites Unserved (só o terreno) e Served (Com água e energia elétrica, ou só energia elétrica). Pela primeira vez acampamos apenas com energia elétrica e sem água, haviam torneiras comunitárias para encher baldes e lavar louça (porém não há pias).
Confort areas com banheiros equipados com papel higiênico, chuveiros quentes e água é encontrado em distancias razoáveis dos campsites. São limpos e é mantido assim durante todo o dia. Em parque proviniciais no Canada é proibido o consumo de bebida alcoolica em qualquer parte do camping, a música tambem estava banida devido ao Queen Day.

Day Use:
Para passar o dia no camping você paga o estacionamento, uma média de Cad $12 pelo dia todo. Caso você vá a pé, a taxa por pessoa é bem pequena, uns Cad $2. Você pode conferir o valor aqui.
Na area de Day use, que é em frente a praia, você encontra também uma parte gramada muito extensa com mesas de pic nic ao ar livre e coberta, banheiros e playground para crianças. A loja de conveniências fica bem perto também.
Dá pra ir com a família toda e fazer um super churrasco em frente a praia e passar um dia super agradável.

A praia:
Já falei acima, a praia é excelente! Uma das mais gostosas que já conheci por aqui. Areia clara, agua traquila (ainda estava muito gelada em Maio). A paisagem ao redor da praia é muito bonita e traz muita tranquilidade. Ela é bem extensa, e vale a pena uma caminhada pela orla.

Pros e Contras:
Prós sâo todos que vocês leram aí em cima: O parque é lindo tem uma ótima e fica bem próximo a Toronto.
Cons: Devido as pocas de lama e agua parada haviam muitos, mas muitos mosquitos mesmo. Pode ser que seja somente naquela epoca, epoca de chuvas e inicio da primavera. Porem é deixar o repelente preparado para sua visita!

Por que morar no Canadá?

Por que largar tudo no Brasil e ir morar no Canadá?

Muita gente nos pergunta isso, e nos mesmos nos perguntamos as vezes. Vou tentar compartilhar aqui as motivações que nos levaram a vir viver aqui neste país, que muitos julgam longe e frio demais, acho que eu mesma já devo ter pensado isso no decorrer da vida.

Sempre quisemos viver fora do Brasil por um periodo para experimentar. Sabe como é? Conhecer um novo país, fazer parte dele por um tempo, absorver a cultura, fazer parte… E não apenas turistar. Nós somos turistas de carteira assinada, mas não queriamos viajar só de férias, queriamos uma experiencia mais ampla.

Vamo Kombiná
Uma paixão por viagens, viver e descobrir.

Mas isso não tinha data. Sabe como é, né? Um dia, quando der, quando tiver dinheiro, nao é a hora. Enfim, esse sonho morava dentro da gente, mas não era uma meta, não tinha dia e hora para acontecer.

Depois de terminarmos faculdade (já velhos e com filho, rsrs). Alcançamos o tão sonhado “Patamar” com um bom emprego, fazendo o que achavamos que gostávamos.
Tinhamos casa, carro, viajavamos com frequenciaTinhamos muitos amigos e muitos compromissos.  Enfim, chegamos lá! Conquistamos o que todos querem na vida.

Depois de um tempo, começamos a percebemos que manter essa vida custava. Mas não custava só dinheiro, custava tempo dedicado ao trabalho, custava horas extras, preocupações e estress. Custava saúde. Custava o tempo que não tinhamos para curtir a nossa família, nosso filho e nós mesmos.

Em 2015, compramos nossa Kombi, Carmen Lucia, ela foi um ponto de mudança em nossas vidas. Começamos a viajar e acampar a cada final de semana e feriado que conseguíamos. De repente, o que mais nos trazia alegria era viajar de kombi, a liberdade da estrada, assistir ao por do sol, sentar na areia da praia, fazer uma trilha e chegar numa cachoeira. Começamos sentir a alegria das coisas simples e perceber não precisamos de muito para ser felizes.

Aos poucos fomos libertando de varias ideologias, de coisas que achavamos necessárias para “ser feliz”. Mas não eram, na verdade, traziam angustia e incertezas.

Começamos a olhar para nossa casa e ver o quão grande era para nós. O quanto custava para mantê-la. O quanto de energia colocávamos para manter as contas pagas, as coisas arrumadas. Vimos que nossas coleções (livros, carrinhos, sapatos, coisas em geral) não tinham o menor sentido. E aquela casa grande, qual o Lucas nasceu e cresceu, qual demos tantas festas  e teve tantos momentos felizes, já recebia pouca gente, já não tinha mais tanta graça. Não cabíamos mais ali. Aquele ciclo havia se encerrado.

Podíamos e precisávamos viver com menos. Precisavamos liberar essa energia para coisas novas e novas experiências. Assim colocamos a casa a venda, exatamente um ano antes da ideia do Canadá vir a tona.  Fomos estudando inglês, por que isso seria importante e válido para qualquer que fosse a situação.

Nem sabemos ao certo como a ideia de vir morar no Canadá surgiu. Se foi vendo algum vídeo na internet ou conversando com alguém. Quando demos conta, estavamos lá pesquisando os processos de estudo para vários países e com a ideia do Canadá muito aflorada na cabeça. Pesquisamos bastante e levantamos o quanto precisava de dinheiro  e passamos a assistir e ler todo o conteudo que aparecia sobre viver no Canadá.

De repente final 2016 nossa vida foi tomando um rumo inesperado. A empresa que o Claudio trabalhava iria fechar. A empresa que Sandra trabalhava estava sofrendo mudanças nas quais ela não se encaixava mais. A casa foi vendida. E foi aí que percebemos que era agora ou nunca, o Universo estava conspirando a favor. O dinheiro que nunca dava ia se completar, a preocupação de deixar a casa vazia não ia mais existir.

A partir daí foi estudar, e estudar muito. Sandra estudando para o TOEFL, para garantir a nota para a matricula do college. Claudio estudando o processo de aplicação de vistos, fazendo contas e estimando valores. Planejamos e pensamos em cada situação que poderia acontecer. Como iriamos nos preparar para ir, e para voltar, se fosse o caso.

Aplicamos nossos vistos no dia 16/06/2017, estavamos morando em uma apartamento bem menor que nossa antiga casa, neste ponto mais de 70% dos nossos bens materiais haviam sido vendido/ doados / presenteados. Dia 16/08/2017 os vistos foram aprovados, o college teria inicio no dia 05/09, tinhamos 2 semanas para preparar tudo, nos despedir da família e viajar.

Para muitos, pareceu uma atitude preciptada a nossa vinda, mas na verdade, planejamos em silencio por mais de 2 anos. Não tínhamos sequer certeza que um dia isso tudo iria se realizar. Mas, a partir do momento que nos motivamos a colocar o plano em ação, ele deu 100% certo e hoje estamos aqui vivendo 1 de nossos SONHOS.

Viver de uma maneira mais simples, porém mais intensa, mais plena. Para isso precisamos “reiniciar”, “voltar as configurações de fabrica”. Deixar no Brasil toda a comodidade e facilidade para enfrentar uma vida nova, do zero. Mas enxergamos tudo isso com alegria e vemos como oportunidades de aprender e de criar o mundo que queremos viver, e hoje, é isso que fazemos. Esta é nossa motivação de viver no Canadá.

Tenho muito a falar sobre a vida aqui, e sobre as mudanças que enfrentamos desde que tomamos esta decisão. Quero compartillhar tudo isso com vocês, então, até o proximo post : )